segunda-feira, 19 de novembro de 2007

Sem amor...

A inteligência sem amor, te faz perverso.
A justiça sem amor, te faz implacável.
A diplomacia sem amor, te faz hipócrita.
O êxito sem amor, te faz arrogante.
A riqueza sem amor, te faz avaro.
A docilidade sem amor te faz servil.
A pobreza sem amor, te faz orgulhoso.
A beleza sem amor, te faz ridículo.
A autoridade sem amor, te faz tirano.
O trabalho sem amor, te faz escravo.
A simplicidade sem amor, te deprecia.
A oração sem amor, te faz introvertido.
A lei sem amor, te escraviza.
A política sem amor, te deixa egoísta.
A fé sem amor te deixa fanático.
A cruz sem amor se converte em tortura.
E A vida sem amor... não tem sentido!

3 comentários:

xistosa disse...

Só discordo da cruz.
Antigamente, há muito tempo, quando se diz que cruxificaram um "nazareno", a cruz, nunca seria recta.
NÃO EXISTIA NAQUELE TEMPO !!!

A cruz de então, era um "X", (xis).

Mas sobre religião, só sei quando tenho fome, sede ou sono !!!!!!!!

xistosa disse...

Se fosse para uma blog português, diria "gosti".
Este "gosti", é uma preversão usada, para quando se gosta de algo ...

Portanto: GOSTI!

Criptor disse...

Eu tenho isso salvo no meu pc.
Eu cheguei a fazer uma complementaçao para ela... mas não sei se vale a pena ser lida, ao contrário do texto original, que é muito bonito.