sábado, 22 de setembro de 2007

Não consigo te olhar como antes!
Ou será que são seus olhos que não refletem
o mesmo brilho quando olham para mim?

Não te sinto como antes!
Ou será que o seu toque mudou?

Não falo como antes!
Ou será que você não me ouve mais?

Meu beijo não é o mesmo.
Ou talvez você não aprecie mais o meu gosto

Estou ficando chata
Ou você não tem mais paciência nenhuma?

Estou com medo do que pode acontecer...
Ou pode ser, só, a nossa primeira crise...
Ou pode ser que você cansou...
Ou pode ser que acabou...
Ou pode ser...

3 comentários:

ALL STAR disse...

Bem......olá!
Primeiramente, estou achando meio sinistro esse seu último post, mas, como vc é uma chatonilda de carteirinha, nada mais me surpreende. Espero que esteja tudo em paz por aí!
Quanto à bicuda na canela ( que vergonha...) fiquei sem graça e arrependido pela força aplicada, mas foi merecida; de qualquer forma: perdão. Vou dar só cascudos agora, sua cabeçuda.
Acho até que vc estava certa, mas perco o amigo por uma boa pilha.
Fique com Deus e aproveite o domingo na praia de Ramos!

Kath disse...

Bicuda na canela foi mal, hein. Nem pescotapa está à altura.
Quanto ao post (digo, o que compreendi dele), só posso dizer que são coisas da vida e que tô sempre na torcida por ti, Zumbi.
Beijos.

xistosa disse...

Quando pensamos que tudo é um fim,/
que o mundo desmoronou-se por mim/
que a mudança é uma pancada assim/
como as palavras saídas de mim/

Não vamos deixar abatermo-nos/
cair num muro de lamentações/
ter medo do futuro que nos avassala/
ou do que ou quem nos possa impedir/
de seguir lutando pelas ilusões.

Não podemos demonstrar ou sequer dar azo a lamentações!